9 de nov de 2015

As 6 mulheres mais perigosas do mundo




Muito além de compras, batom e salto alto, uma mulher pode ser fatal quando provocada. Podem ser sensíveis e sentimentais, mas podem ser também frias, calculistas e cruéis quando querem. Não são poucos os casos em que mulheres ficaram conhecidas por crimes chocantes que cometeram, arquitetando planos dignos de chefões da máfia.

Confira uma lista com as 6 mulheres mais perigosas do mundo, e pense duas vezes antes de taxar uma mulher como frágil e indefesa!

1. Samantha Lewthwaite

As 6 mulheres mais perigosas do mundo

De naturalidade irlandesa, Samantha Lewthwaite se encontra na lista de procurados da Interpol, pelo envolvimento no ataque a um shopping center em Nairobi (Quênia). Ela ficou famosa em 2005 ao aparecer como a misteriosa esposa grávida de um terrorista que suicida que promoveu um ataque terrorista no metrô de Londres. Apareceu anos depois com sua nova turma do grupo terrorista Al-Shabab no Quênia, onde é procurada pelas autoridades após um ataque a bomba em Mombasa.

2. Enedina Arellano Felix

As 6 mulheres mais perigosas do mundo

Também conhecida como “La narcomani” ou “La Jefa”,  Enedina Arellano Felix (que é graduada em Ciências Contábeis) é considerada a soberana do crime internacional. Em 2008 entrou para o cartel de Tijuana, enquanto seus irmãos estavam presos. A senhora lidera uma das organizações mais perigosas da história do México.

3. Maria Licciardi

As 6 mulheres mais perigosas do mundo

Também conhecida como “La Piccolina”, Maria Licciardi comandou a facção mafiosa Camorra de Nápoles entre 1993 e 2001. Entre os últimos crimes que cometeu foi a escravização de uma jovem para prostituição. Foi capturada um ano depois que uma disputa de heroína que terminou em guerra, com carros-bomba e bazucas matando 100 pessoas na periferia de Nápoles. De acordo com um sociologista italiano, ela continua comandando o crime mesmo de dentro da prisão.

4. Nisreen Mansour Al Forgani

As 6 mulheres mais perigosas do mundo
Nisreen Mansour Al Forgani entrou para uma das milícias femininas de Muammar Gaddafi ainda adolescente, e executou pelo menos 11 rebeldes a queima roupa nos primeiros dias da guerra civil libanesa. Ela foi obrigada por um amigo de sua família a entrar para a milícia, onde foi abusava sexualmente por oficiais e obrigada a matar. Para fugir do exército líbio, ela pulou de uma janela no segundo andar e foi atingida por um caminhão, mas conseguiu escapar.

5. Anna Chapman

As 6 mulheres mais perigosas do mundo

Linda e mortal, assim pode ser considerada esta espiã russa. Anna Chapman ganhou fama mundial quando foi presa em 27 de junho de 2010, junto com nove outras pessoas em uma operação conduzida pelo FBI. A russa foi acusada de espionar para a agência de inteligência da Federação Russa.
Ela foi deportada de volta para a Rússia em 8 de julho, como parte de uma troca de prisioneiros. Atualmente ela trabalha como empresária e já apareceu em vários programas de televisão.

6. Marllory Dadiana Chacon Rossel

As 6 mulheres mais perigosas do mundo
Uma das maiores traficantes de drogas da América Central, a magnata do crime conhecida como a “feiticeira” também é acusada de lavar dinheiro e traficar toneladas de cocaína pelo México, Panamá e Honduras. Embora diga ser da Guatemala, ela trabalha duro pra manter os carteis mexicanos.

[FONTE]



Um blog de Curiosidades
Uêba - Os Melhores Links