8 de dez de 2016

7 lugares proibidos que você nunca vai poder visitar




Existem lugares que você nunca deve levar uma garota no primeiro encontro, aqueles que as pessoas mais colocam piercings e outros que você nunca vai poder visitar na sua vida.
Você sabia que alguns lugares no Brasil chegam a nevar no inverno?
Temos vários lugares no mundo em que as pessoas podem fazer visitas, tirar uma foto, conhecer um pouco mais a história, enquanto que outros não se pode nem chegar perto.
E nossa redação separou para você uma listinha com alguns lugares proibidos que você nunca vai poder visitar de maneira alguma. Confira aí quais são eles:

1 – Igreja de Santa Maria de Sião – Etiópia

7 lugares proibidos que você nunca vai poder visitar
Na Igreja de Santa Maria de Sião, localizada na Etiópia, apenas um monge é o escolhido para entrar no local. O acesso ao lugar é impossível porque afirma-se que lá abriga a Arca original da Aliança, trancada à sete chaves na Capela das Tábuas. Isso mesmo, é lá que ficam guardadas as verdadeiras e originais tábuas dos 10 mandamentos.

2 – Museu Nacional da Educação de Segurança de Jiangsu – China

7 lugares proibidos que você nunca vai poder visitar
O Museu Nacional da Educação de Segurança de Jiangsu, na China, não permite visitação de nenhuma pessoa estrangeira. Fotografia também não é permitida dentro dele, até mesmo se você for chinês.
Ele possui um acervo de arquivos e objetos que datam de 1927, momento em que o Comitê Central do Departamento de Espionagem do Partido Comunista foi fundado, até a década de 1980.
O lugar guarda documentos ultrassecretos que dizem respeito à história da espionagem do país. Existem coleções de mapas escondidos em baralhos de cartas, pequenas pistolas, armas disfarçadas em batom, pequenas câmeras e até escutas.

3 – Ilha de Poveglia – Itália

7 lugares proibidos que você nunca vai poder visitar
Poveglia é uma pequena ilha localizada entre Veneza e Lido, na Lagoa de Veneza, no norte da Itália, que foi palco da peste bubônica, em 1348, e se tornou uma colônia de quarentena.
Por séculos ela foi um depósito de mortos e doentes, além de ter ganhado a fama de ser assombrada por um suposto fantasma de um médico que massacrava e torturava pacientes. O lugar está fechado para qualquer tipo de visitação e muito se comenta de que as vítimas da peste negra assombram a área.

4 – Túmulo de Qin Shi Huang

7 lugares proibidos que você nunca vai poder visitar
O imperador da China, Qin Shi Huang, foi conhecido por ser o criador da primeira nação unificada da China, em 210 aC. Por ter se tornado um grande ícone, o mausoléu de Qin Shi Huang foi construído no centro da China e com representações de guerreiros de argila guardando o corpo estando posicionados em volta dele, como mostra na imagem. Visitações ao túmulo não são permitidas por conta da grande quantidade de mercúrio na área.

5 – Estação da Força Aérea Real (RAF)

7 lugares proibidos que você nunca vai poder visitar
A Estação da Força Aérea Real (RAF) é gerida pela Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) e fica localizada a oeste de Harrogate, em North Yorkshire.
Ela foi pensada e erguida para ser a maior estação de monitoramento eletrônico do mundo. A entrada é proibida para visitantes e ninguém pode ter acesso ao que está sendo feito lá dentro.

6 – Os arquivos secretos do Vaticano

7 lugares proibidos que você nunca vai poder visitar
Eles são o repositório central de todos os atos promulgados pela Santa Sé. Esses papéis ficam localizados na Cidade do Vaticano, com entrada próxima à Biblioteca do Vaticano da Piazza de São Pedro.
Segundo estimativas, esses arquivos têm cerca de 84 km de prateleiras e 35 mil volumes só no catálogo seletivo. É liberada apenas a visualização de qualquer documento que um pesquisador desejar, desde que você solicite por documento e envie um pedido.

7 – Ilha havaiana de Niihau

7 lugares proibidos que você nunca vai poder visitar
A ilha Niihau é a sétima maior das ilhas havaianas com peculiaridades que você nem imagina. Lá não existe água encanada, eletricidade, apartamentos, bares, shoppings, restaurantes e nem ruas pavimentadas.
A ilha é fechada para visitantes porque visa preservar a cultura indígena e a vida selvagem no local. Para você ter uma ideia, até os parentes dos habitantes entram lá apenas com permissão judicial. Turista se aproximar de um residente de lá é extremamente proibido.

Fonte: hypescience



Um blog de Curiosidades
Uêba - Os Melhores Links