11 de mar de 2017

Tatuagens da "modinha" nos anos 90




A tatuagem do ponto e vírgula, por exemplo, é um modelo de tatuagem que foi muito usado como forma de arte no corpo das pessoas nos anos 2000. Mas e quais eram as “modinhas” em tatuagem nos anos 90? O que era comum as pessoas tatuarem em seus corpos? Quais desenhos estavam em alta na época?
Publicidade
Se você tatuou o corpo nessa época vai se lembrar. Confira:

1 – Tatuagem de Letras Japonesas

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
Os ideogramas japoneses foram (e ainda costumam ser) bastante populares entre nos estúdios de tatuagens na década de 90. Eles podem representar várias coisas, como sentimentos, nome de alguém e até elementos naturais como o sol, a chuva, o fogo, o vento etc. São os famosos Kanjis, que significam um ideograma que possui sentido único, diferente um pouco das letras do alfabeto.

2 -Tatuagem de Pergaminho

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
Os pergaminhos eram instrumentos de escrita muito importantes, no início da humanidade. Eles eram feitos de pele de animais com a principal finalidade de registrar escritos, frases, pensamentos, entre outras coisas. São substitutos do papiro, por conta da fragilidade que eles possuíam. No âmbito das tatuagens, o pergaminho exerce a função de desenho com o mesmo sentido. Muita gente tatuava o pergaminho no corpo com a intenção de registrar algum símbolo, nome, frase e dar uma espécie de “enfeite” à mensagem que deseja transmitir.

3 -Tatuagem de Estrelas

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
Usada principalmente entre as mulheres. As tatuagens de estrela eram desenhadas em partes do corpo como o ombro, pulsos, costas, atrás das orelhas e até nos pés. A estrela carrega vários significados. Um dos mais comuns é o da esperança. Elas também podem representar mudança, nascimento, vida e por aí vai. Os modelos mais usados são a estrela de Davi, o pentagrama, a estrela cadente, náutica e as tradicionais octagramas.

4 -Tatuagem de Dragão

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
A tatuagem de dragão foi também muito sucesso nos anos 90. Usada por maioria do público masculino, o símbolo se encontra presente na mitologia de diversos povos, como os europeus e orientais. Em sentido mais figurado, o dragão é nomeação para uma pessoa de má índole. No campo da tatuagem, ele ganha aspectos como a simbologia da energia do animal e o símbolo da força. Na mitologia Chinesa, ele se configura de uma mistura de animais como as orelhas do boi, olhos do tigre, corpo da serpente, patas de águia e chifres de viado.

5 -Tatuagem de Fadas

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
Elas foram (e ainda são) simbologia de muita beleza e delicadeza como forma de representação artística a ser desenhada no corpo. Elas são tatuadas em lugares do corpo como as costas, cintura, ombros, pulsos, pés, cochas e braços. Além de representar beleza em um personagem feminino, o termo “fada” vem do latim “fata“, que tem em seu significado destino. Ela pode representar as fases de vida de uma pessoa, a lembrança da juventude ou a personalidade e individualidade expressada por alguém.

6 -Tatuagem de Tribais

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
Os desenhos de tribais já foram utilizados por diversos povos na história e durante vários períodos de evolução da humanidade. As tribos que mais utilizaram as tatuagens de tribais foram as Hawaii, Timucua, Maori, Haida, Borneo e Celtas. Os tribais costumavam representar a posição social das pessoas da tribo, além da riqueza das pessoas.

7 -Tatuagem Amor Eterno

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
Essa frase foi parar em muitas partes do corpo das pessoas. O termo “Amor Eterno” foi utilizado como uma forma de declarar o sentimento por alguém, seja uma pessoa que você ama, um parente etc. Amor Eterno é a representação de um sentimento puro e forte nutrido de alguém para alguém, como os pais, por exemplo. Essa tatuagem foi muito utilizada nos anos 90 para representar uma forma de amor a pais e mães de quem os homenageava com a frase.

8 -Tatuagem do Símbolo do Infinito

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
O tradicional símbolo do número oito deitado. Também comparado a Ourobouros(uma cobra mitológica que come a própria cauda), o símbolo não revela nem o seu início e nem o seu fim. No âmbito cristão, o símbolo representa o eterno amor de Jesus Cristo. A origem dele foi para uso numérico, mas com o passar do tempo, começou a ser usado para representar o amor sem fim, tornando-se preferência para uma pessoa representar sua amizade, sentimento e , claro, amor por alguém..

9 -Tatuagem de Flores

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
As flores eram usadas como tatuagem principalmente entre as mulheres. De todos os tipos e estilos, quem tatuava, desenhava a delicada imagem em partes do corpo como a barriga, nos pés, mãos, ombros, atrás da orelha e a parte superior do tronco. As flores simbolizam leveza, beleza e simplicidade. Elas também retratam o romantismo e um símbolo mais utilizado para tatuagem é a rosa. A rosa vermelha, por exemplo, tem um significado religioso, pois representa a paixão e o sangue de Jesus Cristo. De forma universal, as flores simbolizam vitória sobre a morte, vitalidade, vida nova e juventude.

10 -Tatuagem Carpe Diem

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
Outra das tatuagens dos anos 90 que foi auge nessa época, o Carpe Diem. É uma tatuagem com uma filosofia muito apreciada pelas pessoas. Em latim, significa “aproveite o dia“, mas não em sentido literal e sim no sentido de curtir ao máximo o presente, usufruindo 100% de todos os momentos que você se encontra sem pensar muito no amanhã. A expressão foi lançada para lembrar que a vida émuito passageira e por isso o indivíduo deve aproveitar cada instante como se fosse o último. “Carpe diem” foi citado até em filmes, como “A Sociedade dos Poetas Mortos“.

11 -Tatuagem de Pimentas

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
A pimenta foi um dos objetos mais utilizados não só no mundo da culinária, mas também no das tatuagens. Ela pode passar um tipo específico de mensagem, dependendo do local que você tatua. Ela tem um chamativo para a sexualidade, por conta de seu forte teor de conotação sexual. E esse pensamento pode ser reforçado em tatuagens em locais como o cócix, seios, nádegas e virilhas. Ela também simboliza proteção, benefícios para a saúde e também sorte, bom humor e prosperidade.

12 -Tatuagem de Aspas

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
A aspas também foram grande destaque entre as tatuagens mais desenhadas no corpo na década de 90. Ela tem a ver com o falatório popular e muita gente gosta até de desenhar no corpo como uma forma de homenagem à literatura. Quando alguém que algo é ruim ou bom e, em seguida, utiliza o termo “entre aspas” está julgando que determinada coisa não é exatamente como aparenta. Fulana é bonita “entre aspas“, por exemplo. Já na literatura, as pessoas costumam desenhar o sinal como uma homenagem à literatura, em especial Clarice Lispector. Em um trecho de seus livros, a autora cita que “Sempre conservei uma aspa à esquerda e à direita de mim.”

13 -Tatuagem de Borboletas

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
As borboletas foram objetos de tatuagem de muitas mulheres, garotas e até as mais velhas. Esse desenho é preferência em maioria pelo público feminino por conta de suas características de serem animais graciosos e encantadores. Elas simbolizam a transformação, mudança que suas metamorfoses simbolizam. A borboleta costuma representar um espírito livre que atrai energias da vida e essências da alma humana.

14 -Tatuagem de Sol e Lua

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
Sol e Lua. Geralmente são usados em desenhos confrontando-os frente a frente, juntos em um único sentido, em sentidos opostos e por aí vai. O sol e a lua representam os dois opostos complementários para iluminar o dia e a noite. Eles são comparados ao Ing e o Iang, em que um precisa do outro para conviver. O significado desse tipo de tatuagem vai além de um senso estético.

15 -Tatuagem de Nomes

Tatuagens da "modinha" nos anos 90
As tatuagens de nomes são sucesso até nos dias atuais. Elas são muito utilizadas como uma forma de homenagem a alguém ou para eternizar na pele uma pessoa. Segundo tatuadores de conferências mundiais, as pessoas tatuam nomes de seus filhos, pais ou até mesmo casais fazem esse tipo de arte. Geralmente, a tatuagem é mais usada para gravar o nome dos filhos ou de um casal apaixonado.

Fonte: Fatos Desconhecidos



Um blog de Curiosidades
Uêba - Os Melhores Links